EUA e o Reino Unido sancionam piratas informáticos do grupo russo Trickbot

1102

Os Estados Unidos e o Reino Unido anunciaram sanções económicas contra sete alegados piratas informáticos, a trabalhar na Rússia, poucos dias antes do primeiro aniversário do início da invasão russa da Ucrânia.

Num comunicado, o Departamento do Tesouro dos EUA explica que estas são, para o Reino Unido, as “primeiras sanções deste tipo“, que Washington já aplicou em outras situações.

No Reino Unido, o grupo de piratas informáticos Trickbot “é responsável por extorquir pelo menos 27 milhões de libras (30,5 milhões de euros) a 149 vítimas“, segundo um comunicado da agência anticrime britânica (NCA), referindo que entre os alvos estão “hospitais, escolas, empresas e autarquias locais“.

MAIS: 74% do dinheiro obtido com ransomware vai para hackers com ligações a Rússia

Nos Estados Unidos, “no auge da pandemia de covid-19 em 2020, o Trickbot afetou hospitais e centros de saúde“, esclarece o Departamento do Tesouro dos EUA, que refere o uso de um sistema de ‘ransomware’ — um bloqueio informático a arquivos seguidos de um pedido de recompensa pelo resgate — contra três instalações médicas no estado do Minnesota.

O Departamento do Tesouro dos EUA classificou a Rússia de “um paraíso para cibercriminosos, onde grupos como o Trickbot cometem livremente atividades cibernéticas maliciosas contra os Estados Unidos, o Reino Unido e os seus aliados e parceiros“.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui