SpaceX terá perdido mais de 200 satélites da Starlink nos últimos 2 meses

2603

É graças à SpaceX que a Starlink tem conseguido aumentar exponencialmente a sua rede de satélites de órbita baixa terrestre. Estes oferecem o serviço de acesso à Internet que muitos usam fora dos locais de acesso garantido. Agora, do que é revelado, estes satélites estão com algum problema, com a SpaceX a ter perdido mais de 200 satélites da Starlink nos últimos 2 meses.

Ainda que possa não parecer normal, a perda de satélites pela Starlink é algo recorrente e que acontece naturalmente. A sua vida útil, ainda que grande, acaba por expirar por diversos fatores e estes caem na direção da terra, num processo que acaba antes de tocarem no solo.

Este processo parece agora ter sido acelerado por um qualquer fator externo, com mais de 200 satélites da SpaceX a serem perdidos. Este número foi apresentado pelo site satellitemap.space, que acompanha e monitoriza estes ativos da Starlink.

Esta é a primeira vez que a Starlink perde um número significativo de satélites num curto espaço de tempo. Essas são normalmente causadas por explosões solares que resultam em mudanças na órbita e danificam ou destroem estes elementos.

Não se sabe a natureza destes satélites, pois o seu modelo não é claro. Se forem os satélites Starlink mais recentes que a SpaceX lança regularmente, então a empresa terá de realizar pelo menos nove lançamentos do Falcon 9 da SpaceX para compensar os perdidos.

SpaceX Starlink satélites Falcon 9

Este mesmo site mostra que em 15 de julho, 353 satélites Starlink queimaram ao reentrar na atmosfera. Esse número saltou em mais de 200 para 568 satélites nas últimas leituras. A título de comparação, apenas 248 arderam no início deste ano, pelo que o número destruído durante os últimos dois meses é superior ao valor dos primeiros sete meses do ano.

Não se conhecem as razões para esta perda de satélites, mas a SpaceX e a Starlink vão ter de acelerar os lançamentos para cobrir estas falhas. A mudança nos satélites feita recentemente veio alterar o número que os Falcon 9 transportam, aumentando assim a necessidade de voos para compensar a diferença.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui