3 startups africanas entre as finalistas para o grande prémio Seedstars

1192

Seedstars World, a maior competição para startups em estágio inicial de mercados emergentes, recebeu as startups, investidores e jornalistas para Seedstars Summit, o vento anual que ocorre em Lausanne, Suíça. Desde dia 2 de Abril os empreendedores tecnológicos terão a chance de aprender novas formas de potencializar os seus produtos/serviços.

Durante o ano são apuradas 67 startups da Europa Oriental, América Latina, Ásia, África e Oriente Médio. O vencedor do Seedstars poderá ganhar até US $ 1 milhão em capital para o desenvolvimento do seu projecto. Este ano, as 17 equipes africanas estão a representar os seus países e competindo pelo título de melhor startup de tecnologia do ano. A Kubinga está a representar Angola.

As startups africanas têm uma tarefa difícil, pois na edição passada, a Agrocenta, uma solução inovadora do Gana, ganhou o prémio principal.

Seedstars Summit

Hoje, as startups apresentaram os seus projectos e 12 estão apuradas para a finalíssima, amanhã (5 de Abril) no grande palco do Seedstars Summit.

Veja como foi a apresentação da startup angolana, Kubinga, numa cobertura a ser feita pela equipe do Manifexto:

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Uma publicação compartilhada por Manifexto (@manifexto) em

Abaixo a lista:

  • Smart Crowd
  • BeneFactors Ltd.
  • Urban Point
  • Bluewave
  • QuePlan.cl
  • YNMO
  • Wobot Intelligence
  • Blended
  • Joonaak
  • CowTribe
  • RebajaTusCuentas.com
  • Doctor Online

Destaque aqui para as 3 startups africanas: Bluewave (Quénia), Benefactors (Ruanda), Cowtribe (Gana).

Que startup levará o grande prémio?