Angola: homens suplantam mulheres no uso do telemóvel

2013

 

Os telemóveis cada vez mais se tornam num utensílio indispensável ao dia-a-dia. Não só devido as novas tecnologias que lhe são inseridas com a evolução dos tempos, fazendo com que os telemóveis deixem obsoletos dispositivos como a televisão, computador, máquina fotográfica, rádio, serviços para envio de mensagens, vídeos, mapas, entre outros…

Em Angola, um estudo do Instituto Nacional de Estatística (INE), relacionado com o uso de telemóveis em Angola, concluiu que o uso deste meio é mais frequente nos homens, que representam 70% dos usuários contra 51% das mulheres.

Hoje em dia muitas são as pessoas que, nas zonas urbanas não conseguem viver afastadas das novas tecnologias, em especial o telemóvel que podemos levar para onde quer que vamos.

De acordo com o INE, a posse de telemóvel é mais elevada na área urbana onde 81% dos homens e 66% das mulheres possuem telemóvel. Em Luanda, três em cada quatro mulheres possuem telemóvel, contra um telemóvel em cada cinco mulheres, na província do Bié, por exemplo.

O telemóvel é na vida da maioria das pessoas  em Angola, já é um elemento essencial, sem o qual se sentem quase despidas e incompletas. É um instrumento de trabalho fundamental para muitos, para outros é uma forma essencial de manter o contacto com os amigos e familiares. Certo é que poucos de nós se conseguiriam imaginar a viver sem um telemóvel.