Anonymous atacam sites do governo Angolano

2002

 

anonymous1O maior grupo de hackers e activistas do mundo “Anonymous” informou que atacou sites do governo Angolano, em protesto da liberação dos presos políticos, e liberdade de expressão, na operação OpLusofonia, LiberdadeJa.

Identificados pela mascara de Guy Fawkes, os Anonymous afirmam que lutam para uma causa de igualdade e liberdade de expressão, já que estas são as leis vigentes em quase todo mundo, eles lutam e protestam para que estas leis sejam cumpridas e que todo mundo possa usufruir delas da melhor maneira possível.

Desde sexta-feira passada 20 de Novembro, os Anonymous Legion Portugal infirmaram que atacaram centenas de sites políticos pertencentes ao governo Angolano, exigindo a libertação imediata dos presos políticos (o famoso caso 15+2) e clamando liberdade de expressão e mais igualdade no país, na operação #OpLusofonia, #LiberdadeJa. Mantendo os sites do governo Angolano inacessíveis como o do: www.governo.gov.ao; www.embaixadadeangola.pt; www.luanda.gov.ao; www.tribunalsupremo.ao; www.scm.gov.ao; www.tribunalconstitucional.ao.

Segundo a publicação numa das suas páginas do Facebook, eles dizem que o “facto dos órgãos de comunicação social não manifestarem-se, eles irão continuar com a luta por um mundo melhor! Nós somos Anonymous. Nós não esquecemos. Nós não perdoamos. EXPECT US!”. Sabemos que os Anonymous é um grupo de bastante persistente, seguindo uma “Causa”, podemos esperar mais ataques por parte deles a sites Angolanos, caso as reivindicações não sejam atendidas.

Todos os sites indicados acima já se encontram operacionais (Não foram encontradas imagens que comprovam a acção )

Eis as declarações do grupo de activistas:

Estamos aqui para fortalecer uma relação independente entre todos os povos da mesma língua com a mesma vontade na vida. A Liberdade. Iremos denunciar e desmascarar todas as relações de interesse entre governos e poderes – Anonymous Portugal.

É de realçar que o grupo Anonymous atua por conta própria ao redor do mundo, por pessoas que compartilham a mesma ideologia, sem a ajuda de qualquer Estado/Governo.

We Are Anonymous - Anonymous

O Anonymous, segundo os mesmos, é um grupo de hacktivismo que luta pela liberdade e livre expressão, e não é boa ideia cruzar o seu caminho. Um exemplo foi o caso do governo dos Estados Unidos, quando tentou banir as doações feitas para o site Wikileaks que sobrevive dessas doações. Eles iniciaram uma campanha de ataques aos grandes sistemas de pagamento, derrubando sites como o PayPal, Visa e Mastercard. Utilizando o máximo que poderiam do programa Low Orbit Ion Cannon.

Podemos ver a publicação deles numa das suas páginas do Facebook, aqui.

O seu lema é:
We are Anonymous (Nós somos Anonymous),
We are Legion (Nós somos uma Legião),
We do not forgive (Nós não perdoamos),
We do not forget (Nós não esquecemos),
Expect Us! (Espere por Nós)