Associação de Inventores vai inscrever angolano ao Prémio Nobel de Física

1130

A Associação dos Inventores de Angola (AIA) vai inscrever o criador nacional Hélder Silva entre os candidatos à próxima edição do Prémio Nobel de Física, pela abrangência da descoberta feita pelo pesquisador.

Essa informação foi revelada pelo Presidente da AIA, Joel Muxinda, salientando que o inventor angolano realizou diversos estudos científicos e descobriu, depois de 40 anos de investigação, que só existe um polo magnético no universo.

A ideia vai mudar o mundo e a forma como encaramos a ciência. As mudanças vão incluir a fabricação de circuitos integrados, ou de equipamentos para telemóveis e outros aparelhos eletrónicos, assim como projetos ligados à agricultura“, disse.

MAIS: Inventor angolano “Hélder Silva” concorre ao Prémio Nobel de Física

Segundo Joel Muxinda, se o projeto conseguir verbas para o financiamento, Angola vai passar por uma revolução do ponto de vista tecnológico e industrial.

Todos temos algum potencial para ser inventor”, frisando que a associação congrega mais de 300 membros, porém a maioria apesar de terem boas ideias, não tem meios financeiros para concretizar os projetos.

A possibilidade de o trabalho de Hélder Silva ser aceite entre um dos candidatos da próxima edição do Nobel, salientou, representa um ganho para o país.

Temos procurado escolher os trabalhos de realce, pois a associação tem uma certa credibilidade no estrangeiro, em especial na Alemanha onde já ganhou diversos prémios”, finalizou.

A investigação do inventor Hélder Silva aborda a descoberta há dois anos, que um campo magnético tem uma só polaridade ao invés dos polos norte e sul. Segundo o inventor, fez a descoberta através de uma injeção de um campo magnético residual e com a ajuda desse campo anula o outro polo.

O inventor, que também é membro da AIA, considerou a descoberta o resultado dos vários anos de pesquisa em laboratório.

A descoberta está a provocar, nos últimos dias, um espanto entre a comunidade científica no mundo, sobretudo as ligadas ao estudo da Física”.

Para o inventor, é preciso que o mundo encare com seriedade o trabalho dos angolanos no ramo das ciências.

O estudo efetuado permitiu observar mudanças significativas na estrutura dos polos”, referiu.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui