Início Cibersegurança Autoridades britânicas de cibernética alertam para atividade de grupo de hackers russos

Autoridades britânicas de cibernética alertam para atividade de grupo de hackers russos

0
Autoridades britânicas de cibernética alertam para atividade de grupo de hackers russos

As autoridades de cibersegurança britânicas apontaram esta quinta-feira o dedo a um grupo de piratas informáticos russos, avisando para o facto de o grupo estar a levar a cabo uma campanha de recolha de informações e dados pessoais que atacou indivíduos com ligações ao governo, à política, à academia, à defesa do pais, à comunicação social e ao ativismo cívico.

Numa recomendação, citada pela Reuters, o Centro Nacional de Cibersegurança (NCSC, na sigla em inglês) alerta que o grupo, denominado Cold River, tem atacado indivíduos com credenciais de alguma importância, fazendo-se passar por outras pessoas com recurso a endereços de e-mail ou perfis de redes sociais falsos.

Há muitas vezes alguma correspondência entre o atacante e o alvo, às vezes durante um período extenso, à medida que o atacante constrói um relatório“, explica a organização britânica.

MAIS: Falha no Google Chrome colocou dados confidenciais em risco

Após recolher todos os dados possíveis, os piratas do Cold River encorajam então que os seus alvos cliquem em links, nos quais são levados por engano a introduzir as suas credenciais de acesso a uma determinada plataforma.

A Reuters acrescenta que o grupo, que também é conhecido pelos nomes ‘Callisto’ e ‘Seaborgium’, atacou laboratórios de investigação nuclear nos Estados Unidos, no verão, e um espião britânico em maio.

A NCSC não conectou o grupo de piratas ao Kremlin e a embaixada russa também não comentou a recomendação. Em junho, depois do ataque informático aos laboratórios norte-americanos, o Ministério dos Negócios Estrangeiros da Rússia criticou o caso como propaganda anti-russa.

A atividade de piratas informáticos russos tem vindo a aumentar ao longo da invasão na Ucrânia, atacando especialmente instituições e entidades governativas ocidentais, apesar de o Kremlin negar quaisquer ligações a estes grupos. A Reuters também explica que o grupo Cold River intensifica os seus ataques contra Kyiv e contra os aliados da Ucrânia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui