BioMec vence a sexta edição do SeedStars Maputo

0
837

A BioMec sagrou-se vencedora da sexta edição do SeedStars Maputo, a maior competição global de startups para mercados emergentes. O evento teve lugar na sexta-feira, 13 de Novembro, em formato virtual. Os participantes tiveram a chance de fazer a apresentação formal ao Júri e explicar o impacto dos seus projectos.

Startups concorrentes

10 startups foram seleccionadas para o evento: Bilheteira Inc, BioMec, COSYS – Consultoria e Sistemas de Informação, DESIGN Talk, Let’s Work, Ndula, Tech4Kids Academy, VOID – Tecnologias e Comunicação, We Deliva e Xaka Consulting.

Júri

A equipe do Júri foi composta por:

  • Lorraine Davis (Seedstars)
  • Joel Epalanga (KiandaHub)
  • Sasha Vieira (Incubadora Standard Bank Maputo)
  • Tiago Coelho (UX)
  • Silvio Chiau (FSDMoc)
  • Tiago Geada (Seedstars)

A grande vencedora

Depois das apresentações das startups, o Júri analisou os pontos fortes e fracos e chegou ao veredicto final: BioMec é a representante de Moçambique no evento regional. A BioMec é uma startup que fabrica próteses mecânicas confortáveis e de alto desempenho, com recurso a plásticos reciclados retirados do mar.

A BioMec vai representar Moçambique no SeedStars Global, em Abril de 2021, onde terá a chance de competir pelo prémio de 500 mil dólares norte-americanos, em investimentos.

Para além da BioMec, o pódio foi composto pela startup We Deliva, que ocupou a segunda posição, e as startups Bilheteira e a DESIGN Talk, que partilharam o terceiro lugar.

Em declarações ao Diário Económico, Cláudio Banze, do Standard Bank, principal patrocinador do evento, falou sobre o propósito do auxílio.

Apoiamos a realização deste evento porque pretendemos que os nossos jovens tenham as suas ideias expostas numa plataforma mundial, onde podem ter acesso a apoios diversos” – Cláudio Banze (Director de Tecnologias de Informação do Standard Bank)

A representante da SeedStars, Lorraine Davis, explicou que o principal objectivo da competição é “melhorar a vida das comunidades dos países emergentes através da tecnologia e do empreendedorismo, envolvendo, principalmente, os jovens”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here