Twitter Fleets, uma versão do Stories está disponível para (quase) todos

0
929

Desde dia 17 de Novembro o Twitter anunciou que estaria a disponibilizar para todos os seus utilizadores, o recurso “Fleets”, uma funcionalidade semelhante ao Stories no Instagram, Status do Whatsapp e … claro, as publicações do Snapchat. O recurso Fleets, são tweets que desaparecem no espaço de 24 horas. A regra é simples: quem consegue ver os seus tweets, conseguirá ver o que publicou no “Fleets”.

A funcionalidade ficou em testes desde Março no Brasil, Itália, Índia e Coreia do Sul. Para os utilizadores em Angola, o Fleets começou a aparecer no dia 19 de Novembro.

O Fleets está disponível apenas na aplicação móvel do Twitter, se gosta de twitter apenas no seu computador… terá de aguardar mais um tempo.

Gostando ou odiando, o Fleets veio para ficar…

Nem tudo são boas novidades para o Twitter

O Twitter anunciou que vai parar temporariamente com o lançamento de “Fleets”, para corrigir “problemas de desempenho e estabilidade“.

Na altura do lançamento da funcionalidade, o Twitter informou que a sua intenção era fazer com que os utilizadores se sentissem mais confortáveis sem terem de se preocupar com os likes e os retweets.

Se ainda não tiver a funcionalidade, poderá não a ter durante mais alguns dias. Adoramos que tantas pessoas estejam a utilizar Fleets e queremos garantir que estamos a proporcionar a melhor experiência para todos“.

As frotas foram introduzidas com uma notória falta de características de segurança. Os utilizadores não são informados quando alguém fotografa uma frota, como acontece quando alguém toma medidas semelhantes noutras aplicações, e os utilizadores podem etiquetar contas que os tenham bloqueado sem notificar o utilizador.

Mais novidades à caminho

Assim como a funcionalidade Fleets, o Twitter está a testar o “Espaces”, que permitirão conversas de grupo através de gravações de voz, semelhantes à sua função de tweet de voz (que não está disponível para todos os utilizadores ainda…)

Actualmente, essa função está a ser disponibilizada para mulheres e pessoas de origens minoritárias antes de atingir a base de utilizadores mais ampla do Twitter. Se for bem sucedida, a função será lançada no final deste ano. Com o Espaces, os utilizadores poderão ver quem faz parte da conversa em grupo e quem está a falar. A pessoa que acolhe o Espaço será capaz de controlar quem pode ou não participar.


Então, é da equipe dos que gostaram da novidade ou achou péssima esta nova funcionalidade?

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here