BNA procura 10 startups de Fintech em Angola para incubar no seu laboratório de inovação

1040

A Digitalização da Moeda não é mais uma miragem. A banca tradicional angolana tem se rendido lentamente a algumas inovações, mas nada tão marcante como agora. O Banco Nacional de Angola anunciou o Laboratório de Inovação do Sistema de Pagamentos (LISPA) , com vista a promoção da inovação, potencialização da oferta de produtos e serviços financeiros diversificados ao consumidor, salvaguardando a gestão de riscos, a fim de impulsionar a inclusão financeira. 

Concebido como uma Incubadora em parceria com o Ministério do Ensino Superior, Ciência, Tecnologia e Inovação angolano e a empresa Acelera Angola, proporciona às empresas inovadoras (Startups/Fintech), bancos e até mesmo aos estudantes universitários, um espaço valioso de aprendizagem, em ambiente colaborativo, com o propósito de incentivar o desenvolvimento de projectos e/ou ideias, incentivando a tecnologia no Sistema de Pagamentos de Angola. 

BNA-LISPA

O LISPA, Como um Sandbox Regulatório, possibilita que as Startups testem produtos, serviços e modelos de negócios inovadores em um ambiente real, controlado e supervisionado pelo regulador, permitindo uma melhor compreensão sobre o funcionamento e as tendências emergentes, o seu impacto no consumidor e no mercado financeiro, bem como avaliar a necessidade de adequar o quadro regulamentar à inovação e evolução tecnológica, propiciando um ambiente cada vez mais favorável ao desenvolvimento do sistema financeiro nacional.

Inscrições

Estão abertas as inscrições de ideias e projectos de inovação de 24 de Outubro a 24 de Novembro de 2019.

Inscrição em: www.lispa.ao

Serão selecionadas 10 startups que irão constituir a 1ª turma do LISPA.

Benefícios

As Startups seleccionadas para o LISPA terão acesso à: