Estudantes do Cunene sublinham as vantagens das TICs para inclusão social

1207

Os alunos da província do Cunene defendem que as Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) concorrem para o aumento do interesse dos jovens nas aulas e eleva as taxas de inclusão social.

Falando em alusão ao dia 17 de maio (Dia Internacional das Telecomunicações de Informação), os discentes salientaram que as TICs constituem fonte de pesquisa curricular e interação com outros estudantes.

Para Tuzaka Tulivenaya, 11ª classe do curso de Bioquímica, salientou que as tecnologias de informação ajudam a reajustar os conhecimentos antigos, não programados nos sistemas curriculares, assim como no auxílio do desenvolvimento teórico e prático.

Já as estudantes Angelina Catumbo, Mónica Etiandra e Stela Ngenehafo, da 12ª do curso de línguas, frisaram que a aplicação das novas tecnologias têm grande incidência no desenvolvimento das populações, em particular das jovens mulheres.

MAIS: Estudantes do Cunene ressaltam a melhoria dos serviços de comunicação com o Angosat-2

Falando para a reportagem da ANGOP, frisam que as TICs  ajudam a desenvolver, contactar e pesquisar certas matérias do mundo académico, melhorar a aprendizagem de vários aspetos que muitas vezes não são transmitidas nas salas de aula.

Por seu turno, o sociólogo Cristino Catambue considerou o mundo das tecnologias um valioso instrumento de comunicação, que deveria tornar-se numa escola e servir sobretudo, para formação e informação.

Disse que as TICs trouxeram várias vantagens para sociedade, constituindo-se num instrumento para formação técnica e intelectual do homem, assim como na rapidez da informação.

Lamentou o facto do mau uso destes instrumentos, com realce para as redes sociais, onde se verificam mensagens propositadamente violentas e o desrespeito para atingir pessoas, famílias ou instituições.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui