Hackers norte-coreanos roubam milhões de dólares em criptomoedas no Japão

790

As notícias sobre criptomoedas já não são um assunto que ocupe as manchetes das notícias do mundo tecnológico. No entanto, este ainda é um tema que continua a dar o que falar e nem sempre as informações são as mais animadoras. Segundo dados recentes, grupos de hackers ligados à Coreia do Norte roubaram 721 milhões de dólares em criptomoedas no Japão desde o ano de 2017.

Segundo a agência Reuters, grupos de hackers afiliados com a Coreia do Norte roubaram um total de 721 milhões de dólares em criptomoedas no Japão desde o ano de 2017. A informação foi avançada nesta segunda-feira (15) pelo jornal asiático Nikkei, que cita o estudo realizado pela empresa de pesquisa de blockchain do Reino Unido Elliptic.

Os detalhes indicam também que esse valor representa cerca de 30% de todas as perdas globais, o que é então um montante significativo.

MAIS: Hackers da Coreia do Norte roubaram valor recorde em 2022

A Reuters adianta que este mesmo relatório foi divulgado depois que os ministros das finanças e governadores dos bancos centrais do Grupo dos Sete (G7) adiantarem num comunicado neste sábado (13) que apoiam as medidas destinadas a combater as ameaças crescentes de atividades ilícitas de agentes do estado, como o roubo de criptomoedas.

Tal como descreve a empresa britânica Elliptic, responsável pelo estudo, a Coreia do Norte foi também a responsável pelo roubo do total de 2,3 mil milhões de dólares em criptomoedas em várias empresas entre os anos de 2017 e 2022.

Apesar de muitas pessoas ainda investirem no mercado das moedas digitais, a popularidade desta tecnologia perdeu o fulgor que tinha há poucos anos. Desta forma, resta saber se as criptomoedas estão perto do seu fim, ou se esta é apenas mais uma fase má característica de ativos cuja valorização flutua.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui