MINTTICS. Angola deve criar estratégias para incluir o país nos sistemas e redes internacionais

695

Angola deve criar estratégias intersetoriais para incluir o país nos sistemas e redes internacionais e regionais de telecomunicações, segundo o secretário de Estado para as Telecomunicações e Tecnologias de Informação, Pascoal Fernandes.

Falando na 3ª edição do Angola Digital Fórum, o governante reiterou que é importante criar mais investimentos e infraestruturas para dar continuidade aos investimentos feitos em termos de infra-estruturas de telecomunicações, de forma a melhorar a qualidade de acesso aos serviços digitais.

O secretário de Estado reconheceu a relevância da transformação digital na promoção do desenvolvimento social e da prosperidade económica. A prioridade do Executivo, ressaltou, é estabelecer uma infraestrutura de telecomunicação resiliente, capaz de garantir o acesso universal aos serviços de banda larga para toda a população.

O Executivo mantém o compromisso de consolidar a liberalização do mercado de banda larga, promovendo a concorrência e o fomento da partilha de infraestruturas de comunicações eletrónicas, para maximizar a eficiência da implementação de redes”, realçou.

Atualmente, referiu, o Executivo tem realizado diversos projetos focados na transformação digital, com realce para o Conecta Angola, cujo objetivo é levar, gratuitamente, o acesso à Internet às áreas remotas através do Angosat-2, o projeto Ngola Digital, criado para formação e informática nas escolas e comunidades, e o projeto Angola Online, projetado para criar pontos de acessos públicos gratuitos de Internet.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui