[Moçambique] AMOMIF subsidia digitalização de micro bancos

1405

As instituições microfinanceiras têm agora acesso a subsídios disponibilizados pela Associação Moçambicana de Operadores de MicroFinanças (AMOMIF) para investirem na modernização e informatização dos seus sistemas de gestão e relatórios financeiros.

A iniciativa desta associação é apoiada por um financiamento do Fundo Internacional para o Desenvolvimento da Agricultura (FIDA), através de um projeto com o Governo de Moçambique denominado REFP, que reconheceu o contributo e papel da AMOMIF na inclusão financeira e com ela assinou um acordo de assistência.

Segundo dados disponibilizados pela AMOMIF, esta entidade participou na negociação de investimentos em software bancário para as Instituições MicroFinanceiras (IMFs), na ordem de 1,3 milhões de meticais, garantindo subsídios em cerca de 430 mil meticais.

MAIS: [Moçambique] Índice de inclusão financeira desceu 12,76 em 2021

Até ao momento, já existem quatro instituições que solicitaram o acesso ao subsídio, por meio de contratos para adquirem um sistema de gestão conhecido por @kredit. Este software é fornecido por um consórcio que estabeleceu um acordo de parceria com a AMOMIF.

A percentagem do subsídio, a que os operadores de MicroFinanças têm direito, varia conforme a relação com a AMOMIF. Os membros com quotas em dia podem obter até 45% de subsídios.

O programa de assistência em ferramentas de gestão informatizada da AMOMIF às instituições que operam no sector das MicroFinanças é uma das prioridades identificadas no plano estratégico desta associação, bem como uma das medidas mais solicitadas pelos seus membros, de acordo com um recente inquérito ao sector que foi realizado em coordenação com o Banco Mundial.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui