Moçambique: Lançada plataforma digital para controlo dos recursos florestais

1716

O Governo de Manica, através do Serviço Províncial do Ambiente, criou uma plataforma digital para o Sistema de Informação Florestal (SIF), na qual tem como objectivo eliminar o abate ilegal de recursos florestais.

A referida plataforma foi inaugurada no princípio dessa semana, pelo Secretário do Estado em Manica, Edson Macuácua, em um evento que reuniu mais de 78 operadores florestais, como concessionários e portadores de licença simples, daquele território moçambicano.

As funcionalidades do SI é agrupadas em cinco módulos, nomeadamente, licenciamento, sustentabilidade, monitoria, planeamento e maneio comunitário, e visa principalmente ordenar a facilitação dos recursos florestais em Moçambique, através de um conjunto de utilidades que estão acessíveis por intermédio de um navegador ou aplicativo móvel, transformando da arena analógica para o sistema digital.

Ainda na cerimónia esteve presente o delegado provincial da Agência Nacional para o Controlo da Qualidade Ambiental (AQUA), Fidel Nobre, onde disse que a plataforma digital irá ajudar o sector florestal do país, visto que os operadores têm agora um espaço para as manobras de carregamento de quantidades não específicadas deste recurso, além das áreas não concessionadas.

O dirigente acrescentou ainda que com essa plataforma web o Governo Moçambicano vai poupar os custos, como combustíveis, alojamento e alimentação dos fiscais porque, a partir de agora a informação das áreas cortadas e o produto explorado serão reportados por via digital.

a plataforma vai melhorar os trabalhos do sector florestal, porque irá eliminar o abate indiscriminado de árvores, furtivismo e aumentar a vigilância contra operadores desonestos, que declaram muito abixo do que foi transportado. Também vai ajudar no reflorescimento das áreas desmatadas por meio de plantio de novas árvores”, disse Fidel Nobre.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui