Notebook da Microsoft não pode ser aberto sem ser destruído

0
2342

 

O novo notebook da Microsoft Surface que foi lançado em Maio do corrente ano, recebeu a menor nota possível na avaliação do iFixit, o site que faz a tradicional desmontagem de praticamente todos os produtos tecnológicos de maior notoriedade.

De acordo com o site, não é possível abrir o notebook da Microsoft sem danificar sua estrutura, já que todas suas peças são muito coladas. Além de que componentes como CPU e memória RAM não podem ser trocados porque estão soldados na placa-mãe.

“O Surface não é um notebook”. É uma monstruosidade colada. Não há nada nele que possa receber um upgrade ou seja reparado, e literalmente não pode ser aberto sem ser destruído. (Mostre-nos o procedimento, Microsoft, adoraríamos estar errados), avança o site.

O notebook da Microsoft, antes desta avaliação havia recebido notas positivas por parte da imprensa ligada às tecnologias, onde foi destacado o bom desempenho, a autonomia acima da média e a qualidade do ecrã sensível ao toque de 13,5 polegadas.

O aparelho possui um acabamento de tecido em volta do teclado que precisa ser descolado para dar acesso a uma placa de metal que possui bastante cola para abrir todo o resto do notebook e não há como colocar tudo de volta depois da desmontagem.

 

O Microsoft Surface possui um corpo fino e tela de 13.5” sensível ao toque, Intel Core i5 ou i7 com gráficos integrados Intel HD 620 eGPU ou Intel Iris 640 Plus.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here