O mundo parou para celebrar o primeiro pouso do robot Philae num cometa

0
1481

Se ontem teve a chance de abrir um jornal, revista que tenha um mínimo de conteúdo cientifico/tecnológico,  neste momento deve saber que o primeiro pouso de um robot num cometa aconteceu ontem.

Cometa é o menor corpo contido no sistema solar, possui semelhança com um asteróide e é constituído, maioritariamente, por gelo, material remanescente da formação do Sistema Solar ocorrida há 4,6 bilhões de anos [Fonte]

Cometa Ison. Cortesia da NASA
Cometa Ison. Cortesia da NASA

O pouso do robot “Philae” cujo nome se inspira num templo do antigo Egipto, foi a 400 milhões de quilómetros da Terra. Depois de uma viagem de 6 bilhões de quilómetros pelo espaço, durante 10 anos, à bordo da sonda Rosetta, o robot Philae chegou ao seu destino e foi enviado para a superfície do cometa. Philae, é uma “máquina”  de 100 quilos que fica assim na história como o primeiro objecto de origem humana a pousar em um cometa. Os méritos são dados à equipe da Agência Espacial Europeia (AEE) , desta vez não foi a NASA.

O Robot estabeleceu contacto com a superfície do cometa 67P/Churyumov-Gerasimenko (até os cometas precisam de ser baptizados), mas ainda há dúvidas sobre o sucesso completo da operação. Se o Robot conseguir se estabilizar na superfície do cometa poderá enviar várias informações valiosas para estudos científicos, uma vez que os cometas existem desde a formação do sistema solar, se quisermos confirmar as teorias da origem da terra, esta é a chance. Poderemos também melhorar a nossa compreensão de como os planetas se formaram ao redor do sol.

O Phileas, é uma sonda-robot por isso conta com 25 instrumentos para analisar a natureza do cometa.E se tudo correr como o planeado, ele fará experimentos sobre a química e a textura do astro durante seis meses.

[Fonte]:  CNN

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here