Telecomunicações e inclusão financeira em destaque na V Conferência sobre Transformação Digital

1761

Decorreu nesta quarta-feira(30), no Hotel Epic Sana, a V Conferência sobre Transformação Digital, subordinada ao tema “Telecomunicações como Fator de Inclusão Digital e Financeira”, organizado pela revista Economia & Mercado, e que teve a presença da MenosFios.

O evento tecnológico voltou a reunir especialistas nacionais e estrangeiros, bem como gestores e decisores políticos dos sectores das telecomunicações, banca, seguros, energias, entre outros, que  passaram em revista os avanços e os desafios da digitalização no país, no contexto da inclusão digital, financeira e social dos angolanos.

Tendo como base essa lide de pensamento, a V Conferência contou com um grande leque de assuntos, destacar a mesa redonda “Desenvolvimento e acesso às comunicações como fator para a digitalização”, onde as principais empresas de telecomunicações angolanas discutiram as perspetivas a médio e longo prazo para esta indústria. Um outro assunto interessante abordado foi sobre a regulação do sector, investimentos em infraestrutura e capital humano, penetração de serviços ou o custo de acesso às comunicações.

MAIS: Desafios da aceleração digital é tema da IV Conferência sobre Transformação Digital

A inclusão financeira recebeu também um grande destaque nessa conferência sobre Transformação Digital, bem como a segurança de dados e soluções tecnológicas disponíveis no mercado, sendo debate no painel “Os desafios da digitalização no sector financeiro em Angola”, do qual participaram representantes da banca e do sector de seguros, que fizeram também uma análise sobre os custos da digitalização no sector financeiro versus rentabilidade dos canais digitais.

Outros temas abordados foram “Os desafios da aplicação do ‘serviço universal’ e da ‘tarifa social da Internet’ no contexto angolano estarão em cima da mesa, como possíveis formas de acelerar o processo de inclusão digital das famílias com baixos rendimentos ou necessidades sociais especiais”, mostrando que o fator social não ficou de fora da análise dos participantes da conferência.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui