UE vai investigar a partilha de dados do Whatsapp com Facebook

1129

Whatsapp

A União Europeia anunciou nesta terça-feira que, vai efectuar um plano de investigações por causa do compartilhamento de informações de privacidade dos usuários do whatsapp com Facebook.

O anúncio surge por causa, da mudança das alterações de privacidade que o Facebook informou na semana passada de que vai compartilhar os dos usuários do Whatsapp com Facebook. Segundo a empresa essa mudança é para incrementar a publicidade móvel.

Conforme a nova política, apenas uma parte dos dados do Whatsapp é que podem ser recusado o compartilhamento pelos os usuários, muitos defendem o controle individual de dados que tornam um risco quando são combinados na internet. A organização que defende a privacidade dos usuários na web Eletronic Privacy Information, juntamente com o Center for Digital Democracy, apresentaram uma queixa ondem dizem que as alterações propostas para o uso de dados de usuários do Whatsapp constitui práticas comerciais desleais. Já que o Facebook alega que o compartilhamento é para acções de marketing.

O Facebook começou a receber uma série de questões  sobre o compartilhamento de dados do Whatsapp com Facebook, visto que na semana passada os Estados Unidos e o Reino Unido já haviam informado que pretendem fazer algumas investigações à respeito do compartilhamento de informações entre as duas redes sociais.

O Whatsapp numa nota disse que, a empresa está ansiosa para responder quaisquer perguntas sobre o compartilhamento de dados do Whatsapp com Facebook aos órgãos reguladores ou às partes que estão interessadas a saber mais sobre esta atualização.

COMPARTILHAR
Artigo anteriorWindows 10: Chegou mais uma actualização
Próximo artigo[Rumor] O novo relógio da Apple será chamado iWatch
Daniel Afonso Geto Estudante de Engenharia de redes e telecomunicações escreve sobre tecnologia precisamente por ser a sua área de formação, ser algo que ama fazer e para si é um previlegio fazer parte do maior site angolano de notícias ligadas à TIC.Partindo do princípio, parar é morrer, é também detentor das certificações: Administração de Redes, CCNA Routing, CCNA Switching e CCNA Security.