Vale a pena comprar o “Relógio inteligente” da Samsung?

728

Galaxy Gear

As empresas de tecnologia decidiram expandir o seu “arsenal”. Já não vemos tantos investimentos em torno dos computadores comuns (sejam eles desktops ou laptops), o foco passou para os telemóveis inteligentes (smartphones) e, mais recentemente, os “dispositivos vestíveis“, categoria onde se enquadra o Google Glass e os relógios inteligentes.

Falando em relógios inteligentes, durante a semana passada tivemos todas as atenções viradas para o evento da Samsung, onde se anunciou o seu “Galaxy Gear”, a versão da Samsung de um relógio inteligente.

Em termos de hardware, o dispositivo impressiona:
  • Ecrã: 1.63 polegadas, Super AMOLED, com resolução de 320 x 320
  • Processador: 800MHz
  • Memória RAM: 512MB
  • Armazenamento: 4GB
  • Camera: 1.9 Megapixel
  • Áudio: 2 microfones e 1 altifalante
  • Conectividade: Bluetooth 4.0
  • Sensores: Acelerómetro e giroscópio
  • Bateria: 315 mAh , duração de aproximadamente 1 dia.

Com essas caracterisiticas, num relógio, vale a pena, não?!

Avancemos agora para o Software:

Este “relógio” será compatível apenas com os dispositivos de topo da Samsung, e quando falamos de topo, estamos a nos referir ao Galaxy note 3 e ao Galaxy tab 10.1 Versão 2014, que ainda não estão disponíveis no mercado. Outros dispositivos que poderão ter a compatibilidade com o relógio, desde que tenham a versão 4.3 do sistema operativo Android.

A Samsung promete mais de 70 aplicativos para o dispositivo, por enquanto apenas 12 foram exibidos.

Preço:

Aqui temos o calcanhar de Aquiles do “Galaxy gear”, 299 USD. Sim, esse dispositivo é mais caro do que alguns smartphones.

Agora vamos aos prós e contras:
  • Poder fazer chamadas e se conectar ao S-Voice(assistente de voz da Samsung), sem precisar de tirar o smartphone do bolso. Muito bom.
  • Tirar fotos discretamente com o relógio. Pode ser útil… perguntem ao James Bond.

Mas, um relógio com uma bateria que dura apenas 25 horas, que depende de um smartphone para funcionar e que custa tão caro… pontos negativos.

Agora posso repetir a pergunta do título: Vale a pena comprar o “Relógio inteligente” da Samsung?