Vinte startups africanas participarão do programa de aceleração do Banco Mundial

694

Vinte startups africanas participarão do programa L’Afrique Excelle, a decorrer no Mali, um treinamento que dura uma semana inteira, para dar início à edição francófona do XL Africa, programa de aceleração de startups de tecnologia do Grupo Banco Mundial.

De 24 a 30 de março, os empreendedores terão a oportunidade de se relacionar e aprender com os principais especialistas do sector, aumentar sua visibilidade regional e interagir com potenciais parceiros corporativos e investidores.

O que é o L’Afrique Excelle ?

L’Afrique Excelle é a adaptação francófona do programa XL Africa, que procura promover uma conexão mais forte entre os empreendedores na África anglófona e francófona, ao mesmo tempo em que fornece apoio àqueles de ecossistemas digitais menos desenvolvidos, com foco para a República Centro-Africana, República Democrática do Congo, Libéria, Costa do Marfim, Togo e Mali.

As startups da L’Afrique Excelle são especializadas em soluções tecnológicas para o mercado africano, destinadas a expandir o alcance e o acesso aos serviços. Estes incluem fintech, transporte, saúde (healthtech), tecnologia limpa (cleantech), análise de dados e software empresarial. As empresas do programa têm seus produtos ou serviços disponíveis em um ou mais mercados africanos francófonos, têm fortes receitas e estão bem posicionados para o crescimento e expansão internacional.

Dez startups serão selecionadas para outro programa em França, em maio de 2019, onde receberão treinamento intensivo e orientação com a Sophia Business Angels, treinamento de especialistas nos escritórios da Deloitte e da Google e terão contacto com os investidores nas próximas conferências AfroBytes e VivaTech, a serem realizadas em Paris de 15 a 18 de maio de 2019. Espera-se que consigam atrair capital em estágio inicial entre US $ 250.000 e US $ 5 milhões.

Como foi feita a selecção das startups?

O processo de seleção para a L’Afrique Excelle é liderado por um comité externo de investidores. Mais de 30 fundos de capital de risco e grupos de investimento participaram como parceiros oficiais do programa, com os gestores de fundos examinando as empresas, analisando suas candidaturas e conduzindo entrevistas.

A seleção foi concluída por um painel de especialistas do sector, incluindo as seguintes empresas : Proparco, Orange Digital Ventures, GSMA, Brightmore Capital, BlackPearl, Partech, AHL Venture Partners, GreenTec Capital, Outlierz Ventures, Accion, First Growth Fund, Compass VC e Oikocredit.

Abaixo a lista das 20 startups seleccionadas:

  1. StarNews Mobile: Media – Camarões, Congo, Costa do Marfim
  2. Lifi Led: Cleantech – Costa do Marfim, Burkina Faso, CAR, Liberia, Madagascar
  3. GiftedMom: Healthtech – Camarões, Costa do Marfim
  4. Paps: Logistica – Senegal, Burkina Faso, Costa do Marfim
  5. LONO: Cleantech – Costa do Marfim
  6. Tripafrique: Transporte – Costa do Marfim
  7. Firefly Media: Transporte – Senegal
  8. Solaris Offgrid: Fintech/SaaS – Benin, Burkina Faso, Senegal, Camarões, Ruanda
  9. Optimetriks: Tecnologia –  Mali, Senegal, Niger, Gana, Quénia
  10. MaTontine: Fintech –  Senegal, Costa do Marfim
  11. LAfricaMobile: Connectividade/SaaS –  Senegal, Niger, Mali, Costa do Marfim, Guiné, Burkina Faso
  12. Ouicarry: Logistica –  Senegal, Benin, Mali, Togo
  13. Sudpay: Fintech – Senegal, Costa do Marfim, Benin, Togo, Guiné
  14. Exportunity GBC2: Fintech/Import/Export – Ilhas Maurícias, Benin, Costa do Marfim, Senegal, Togo
  15. SmartOne: Big Data – Madagascar, Mauritius
  16. CityTaps: Water & Sanitation, Niger, Senegal
  17. Diool: Fintech, Camarões
  18. OniriQ: Cleantech –  Senegal
  19. Eyone: Healthtech – Senegal, Costa do Marfim, Mali, Niger
  20. AmA: Fintech – Senegal