Kioxke: A Startup angolana que aproxima-nos aos livros digitais

2159

Nos últimos anos, a literatura digital é o novo género literário que tem sabido conviver com os gêneros tradicionais, assim como o cinema convive com o teatro e a pintura convive com a fotografia.  Para os amantes desse estilo de leitura, o objectivo não é que um usuário largue um livro para ler literatura digital, e sim que ele largue por 10 minutos seus joguinhos ou redes sociais e leia um projeto de literatura digital. Dessa forma, a literatura digital pode inclusive ajudar na formação de leitores para livros impressos.

É nessa senda de conversa que foi criada a start-up “Kioxke“, que vem para oferecer grandes vantagens na leitura de livros digitais para a comunidade angolana, tornando a vida dos leitores melhor através de uma plataforma totalmente interativa e responsiva, cujo o objectivo único é unir o autor ao leitor.

O serviço tecnológico “Kioxke” aparece primeiramente para oferecer uma grande variedade de literatura angolana para leitores angolanos, isto é, tem no seu foco favorecer o mercado literário nacional. Mas as vantagens do “Kioxke” não param por aí, onde é destaque também o facto de apresentar todo e qualquer livro nacional em formato digital e no estilo mais apropriado para o usuário.

MAIS: Startup angolana “Bankada” seleccionada para programa de apoio à inovação na África Austral

O facto de os usuários do “Kioxke” pagarem em kwanzas, para aderirem o serviço é outra novidade fantástica da plataforma, e o facto de que não é preciso o mesmo sair de casa para carregar ou ler um livro é outra particularidade desse serviço, que sendo assim inumera grandes vantagens para os seus utilizadores.

Embora que os leitores tenham um respectivo lugar garantido no serviço tecnológico “Kioxke“, os autores angolanos não ficam atrás com a mesma a trazer muitas vantagens para os autores independentes e editoras nacionais. O serviço de publicação instantânea permite que os escritores e autores das obras não precisam se preocupar com a impressão do seu livro. O facto de a “Kioxke” simplificar o facto de os autores terem de lidar com editoras, gráficas, livrarias é outro “codinome” benéfico do serviço, que dessa forma os autores possam ter mais rendimentos económicos evitando intervenientes. De informar ainda que o serviço permite aos autores independentes ter uma maior e nova visibilidade dos seus serviços, permitindo expor os trabalhos a uma nova audiência.

MAIS: BayQi realizou o primeiro encontro do “Clube do Livro BayQi”

Então, tire tempo e veja as novidades que o serviço “Kioxke” tem para você, seja um ávido leitor ou um autor independente.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui