Angola em destaque no ranking do Ecossistema Global de Startups

410

Angola tem se destacado cada vez mais quando o assunto é empreendedorismo digital, onde podemos ver isso no mais recente relatório sobre o “Ecossistema de Empreendedorismo e Startups de Angola”.

No mais recente ranking da Classificação Global das Startups (Global Startup Ecossystem, na língua inglesa), a capital do país Luanda subiu 90 lugares e ocupando este ano a pontuação global de 485, no universo de mais de 1000 cidades avaliadas, segundo o relatório anual da Startup Blink.

A publicação coloca a capital angolana na 1ª posição do ranking da Região Central de África, colocando-a entre as 7 cidades destacadas no relatório pela sua performance, no total de mil cidades analisadas.

Na cronologia dos factos, Angola, entrou pela primeira vez no referido ranking em 2021, na altura, ocupou a posição 115 entre os países, tendo a cidade de Luanda ficado pela posição 952, conforme à análise do estudo em referência.

MAIS: [AngoTIC 2024] Mais de cem startups confirmadas no evento

Desde então, o país registou um movimento frenético e vibrante do ecossistema local, tendo consolidado essa classificação com o tempo. Em 2022, subiu mais 18 lugares na sua classificação como País, perfilando na posição 97, e, enquanto cidade, cresceu mais 321 lugares, ascendendo para a posição 631. No ranking de 2023, Luanda obteve a posição 575.

O relatório deste ranking é acedido e lido por milhares de diferentes entidades em todo o mundo, incluindo policymakers (gestores de políticas, em português) e investidores que procuram mercados com grande potencial de crescimento para investir em soluções disruptivas.

Este resultado, sinaliza à assertividade da posição do INAPEM, enquanto ente promotor da estratégia de desenvolvimento de um ecossistema de empreendedorismo e inovação cada mais vez robusta, competitivo e atrativo, quer a nível interno e externo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui