BNA apresenta as startups que ajudam a reduzir dinheiro vivo em circulação

0
3355

O Banco Nacional de Angola (BNA) apresentou nesta sexta-feira, em Luanda, as 10 melhores startups angolanas com projectos tecnológicos que têm potencial para reduzir o volume de dinheiro em circulação, através da utilização de plataformas digitais.

O aumento da inclusão financeira, a redução de custos com a impressão de notas no país, a comodidade e segurança das pessoas, constam dos benefícios apresentados pelos 10 startups apuradas no concurso do Laboratório de Inovação do Sistema de pagamentos de Angola (LISPA).

As startups Digipay, Kixikila Place, Aki, Nojoje, KubingaYoukank, Aro-TecCrédit Score, Pga3 e Usekamba foram as apuradas neste concurso, das 69 inscritas, e apresentam soluções inovadores de pagamentos nas compras e prestações de serviços com segurança e comodidade, soluções de crédito, entre outras respostas que afectam a população angolana.

De acordo com o administrador do BNA, Pedro e Silva, informou que o projecto LISPA visa apoiar softwares criativos e conceber um espaço para desenvolver o negócio. “Elegemos 10
startups que vamos monitorar em parceria com a empresa Acelera Angola e do ensino superior durante um ano, para fortalecer a actuação dos jovens empreendedores no mercado financeiro”.

Pedro e Silva lembrou que Angola conta com uma taxa de bancarização de 29 por cento e, explicou que as ideias apresentadas pelos investidores procura, através do mercado informal, trazer pessoas para o sector bancário nacional, uma acção que vai aumentar a inclusão financeira no país.

Segundo o administrador, estas soluções inovadoras vão reduzir o desemprego, através do lançamento de uma incubadora para onde os jovens com ideias empreendedoras e inovadoras vão desenvolver os seus negócios.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here