Cabinda, Luanda e Benguela entre as províncias com mais crimes informáticos

1516

As províncias de Cabinda, Luanda e Benguela são os territórios com maiores índices de crimes informáticos, em Angola, segundo a Direção Nacional de Combate dos Crimes Informáticos do Serviço de Investigação Criminal (SIC).

A criminalidade informática no país já impõe alguma preocupação porquanto os números, sobretudo no período que vai de janeiro até ao preciso momento já são preocupantes“, afirmou o Diretor.

Segundo Edgar Cuico, também Superintendente-Chefe de Investigação Criminal e que falava no final da cerimónia de apresentação do projeto “Cidadão Digital”, da Empresa Interbancária de Serviços (EMIS), a atual moldura penal dos crimes informáticos é branda e a mesma deveria ser agravada para desencorajar a prática.

“Porque, se as penas forem brandas, suaves ou reduzidas também gera aquele sentimento de impunidade por parte daquele que prática esse tipo de crime, se calhar deviam ser um bocadinho mais pesadas, mais duras”.

MAIS: Registados mais de dois mil crimes informáticos em 2022

Por isso, defende o agravamento das penas dos crimes informáticos para “desencorajar e travar o sentimento de impunidade” dos autores, que cresce a cada dia que passa em Angola, é uma ideia defendida pela.

O efetivo disse ainda que as burlas informáticas nas telecomunicações lideram as tipologias dos crimes, “seguido da falsidade informática, acesso ilegítimo, hoje também há muitas difamações, injúrias e calúnias praticadas através das tecnologias de informação e comunicação“, reiterou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui