Chrome vai ter novas funcionalidades para dar mais segurança no uso de extensões

1270

Encaramos sempre as extensões dos browsers como algo útil que pode auxiliar a qualquer momento em que navegamos na Internet. A verdade é que podem ser uma fonte de problemas e a porta de entrada para malware e outras formas de roubo de dados nos computadores.

Com avaliações constantes, a Google procura estas extensões e remove-as da sua loja, para manter os utilizadores seguros. Essa é uma informação que até agora não era passada aos utilizadores. Isso mudará e na versão Canary, com uma nova forma de alertar quem usa o Chrome.

MAIS: Google Chrome vai permitir converter imagens de PDFs em texto

Do que foi revelado pela própria Google, a partir do Chrome 117, o browser destacará quando uma extensão não estiver mais na Chrome Web Store. Isso é limitado a três casos específicos: A extensão foi retirada, a extensão foi removida por violar a política da loja ou o item foi marcado como sendo malware.

Se um problema for resolvido, a notificação será apagada automaticamente. Esta não será exibida para uma extensão quando o programador tiver sido notificado sobre uma possível violação e tiver tempo para resolver o problema ou apelar.

Quando um utilizador clicar em “Rever”, ele será direcionado para as suas extensões e terá a opção de remover a extensão ou ocultar o aviso se desejar manter a extensão instalada. Tal como nas versões anteriores do Chrome, as extensões marcadas como malware são desativadas automaticamente.

Sendo uma opção que dá ao utilizador informação essencial sobre as extensões instaladas, esta deveria ser padrão neste campo. O Chrome da Google mostra assim aos restantes browsers como este tema deve ser tratado, servindo de exemplo para o que devem criar e implementar.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui