Congo e Gabão lançam rede de fibra óptica interligada

456

Congo e Gabão lançaram uma rede de fibra óptica interligada que abrange 1.604 km, está a ser considerado um marco importante para o projecto de backbone de fibra óptica (CAB) da África Central que tem como objectivo aumentar a capacidade e velocidade de conexão digital entre os países da Comunidade Econômica e Monetária da África Central (CEMAC).

A rede do Gabão é de 1.100 km e do Congo abrange 504 km. A interconexão representa a conclusão da fase 1 do componente 4 do projecto CAB. O projecto do Gabão foi realizado pela China Communication Service International (CCSI), a Huawei foi contratada para o projecto do Congo, que começou oficialmente em 2015.

As questões de governança técnica, administrativa e financeira relacionadas às operações de interconexão foram resolvidas em fevereiro de 2018 pelo Comitê Conjunto Gabão-Congo e todas as partes assinaram acordos de interconexão, comerciais para abrir caminho para a inauguração oficial.

A primeira fase do projecto recentemente concluído dá lugar à segunda fase, que envolve a construção de duas novas redes de fibra óptica no norte do Congo, a fim de conectar a rede congolesa às redes dos Camarões e da República Centro Africana até 2020.

O objectivo do projecto CAB é reduzir o custo do uso de infraestrutura de fibra óptica na região e, ao mesmo tempo, promover a integração regional. Sob a iniciativa, os 11 países que compõem a Comunidade Central Africana de Economia e Monetária (CEMAC) seriam digitalmente conectados com o financiamento fornecido pelo Banco Mundial, Banco Africano de Desenvolvimento (BAD) e pelo governo dos países membros.