Conheça a Startup vencedora do Seedstars Luanda 2018

3093

Cláudia Makadristo (Directora regional do Seedstars) deu o pontapé de saída, informando que o evento regional do Seedstars em 2018 acontecerá na Tanzânia, em Dezembro.
O vencedor do concurso irá à Suíça e terá a chance de apresentar a sua ideia diante de investidores, podendo ganhar até 1 Milhão de Doláres em investimentos.

Em seguida, Joel Epalanga falou sobre o envolvimento da KiandaHub para que o evento fosse trazido à Angola.

Chegou a altura de um dos patrocinadores oficiais, o Banco Millenium Atlântico, Odyle Cardoso falou sobre o apoio do banco às iniciativas empreendedoras. Focou ainda sobre o alto impacto dos clientes digitais nas transações gerais do banco. Quanto à adopção de novas tecnologias, o banco está disposto a ajudar e lançou o repto ao empreendedores: não parem de inovar.

JÚRI DO EVENTO

17:20 – Foi introduzido o Mestre de cerimónia, literalmente,  Cláudio Kiala, CEO da SOBA.

PITCHES DAS STARTUPS

1ª Startup: Kepya

Kepya: “o agromercado digital de Angola” – um marketplace que liga todos os envolvidos na cadeia de valor da agricultura e fornecedores de serviços financeiros. 2.7 bilões de USD é o valor total da importação de comida em Angola. O objectivo é baixar ao máximo este valor, aproveitando a iniciativa do governo para diversificar a economia.

2ª Startup: Tellas

Tellas: uma plataforma digital que partilha com o mundo os grandes filmes feitos em África. Planeia construir um estúdio para produzir conteúdo e valorizar os actores, realizadores e produtores de filmes africanos.

3ª Startup: e-Angola

eAngola: uma rede social para estudantes que facilita e estimula o processo de aprendizagem tendo como base a realidade. Pretende promover conteúdo criado por universidades angolanas. A equipe tem uma frase interessante: “O conhecimento está nas nossas mãos”.

4ª Startup: HS- Geo Survey Limitada

HS- Geo Survey Limitada: drones agrícolas que permitem recolher e analisar dados de imagens aéreas para monitorizar e acabar com pragas e outros problemas nas suas culturas. A Startup terá software de processamento de dados para ajudar os fazendeiros a melhorarem a sua produção.

5ª Startup: Otchitanda

A.E Otchitanda: uma plataforma onde cada um pode vender e comprar o que tem, sejam produtos novos ou usados. A plataforma promete trazer a facilidade de pagamento, o que a diferenciará das outras plataformas existentes.

6ª Startup: LV Digital

Uma plataforma de e-learning para aumentar o acesso à educação superior de qualidade. Um diferencial deste projecto é o acompanhamento dos formandos. Criar uma comunidade onde os alunos têm acesso directo aos professores e poderão interagir com outros alunos.

7ª Startup: Projepolis

uma plataforma digital de aquisição de medicamentos com o objectivo de alargar o acesso a cuidados de saúde. O projecto pretende numa primeira fase atender às farmácias e conectá-las aos fornecedores. Num futuro próximo o plano é estender a empresa

8ª Startup: Kubinga

Um serviço peer-to-peer de partilha de viagens para uma mobilidade eficiente.
Aproximando condutores à pessoas que precisem de transportes, o projecto prevê aumentar o número de empregos no país.

9ª Startup: BALUS

Uma plataforma para gestão de torneios, pensada para atletas e torneios de combate. A startup pretende estender a plataforma para outros países e outros desportos.

10ª Startup: Fix-Tecnologies

Fix-Tecnologies: uma plataforma de compra de bilhetes online. A plataforma web www.bilhetesonline.co.ao pretende acabar com os custos de impressão de bilhetes.

Painel: o crescimento do ecossistema angolano

Os convidados debateram sobre o estado actual do empreendedorismo digital em Angola. Desde aspectos ligados aos problemas que as startups pretendem resolver, desde o financiamento das startups.

Discurso da Tupuca

Erickson Mvesi, CEO da Tupuca  (vencedora do Seedstars Luanda 2017) teve alguns minutos para contar a sua experiência e dar conselhos às startups participantes.

STARTUP VENCEDORA:

A Kubinga foi coroada a vencedora do Seedstars Luanda 2018, representará angola na conferência regional e na final mundial.

2º Lugar : LV Digital (que ganhou também a participação para o evento na Tanzânia.)
3º Lugar : Fix Technologies

Veja os pitches das startups.