É oficial: projecto AngoSat 58% concluído, lançamento para 2017

0
2281
Angosat
Zolana Rui João, Director geral do Gabinete de Gestão do Programa Espacial Nacional

Já foi adiantado anteriormente, o lançamento do projecto do satélite Angolano, Angosat, está marcado para 2017. Mas uma questão ficava sem resposta, qual é a percentagem de conclusão do referido projecto?

A resposta oficial foi dada pelo director-geral do Gabinete de Gestão do Programa Espacial Nacional (GGPEN), Zolana Rui João, durante a palestra “O Angosat – 1, desafios, benefícios e oportunidades”, realizada por este organismo afecto à Comissão Interministerial para a Coordenação Geral do Programa Espacial Nacional.

O que está concluído?

Segundo o gestor, estrutura do satélite e a selecção dos componentes estão concluídos.

Quem cuidará do satélite?

De acordo com o director, o Ministério das Telecomunicações e Tecnologias de Informação tem estado formar e capacitar quadros em engenharia de satélites e sistemas de engenharia espacial. Sendo qu sete estudantes encontram-se na Rússia e um na Itália, cinco deles fazem licenciatura e três doutoramentos, participando todos eles nos trabalhos do Angosat 1. Além destes,  encontram-se a fazer formação técnico-profissional contínua e intensiva nove angolanos em nano e picosatelites (Universidade de Tóquio e Ninhon, Japão), 10 em desenho de missões e sistemas espaciais e igual número em operação de missões espaciais.

Centro de controlo do satélite

O projecto que prevê lançar em órbita o primeiro satélite angolano (Angosat 1), abarca a  construção de um centro de controlo do satélite.

O centro de controlo e missão de satélites, órgão que vai controlar, rastrear e fazer a telemetria dos dados enviados pelo satélite Angosat1, localiza-se na comuna da Funda, município de Cacuaco, em Luanda. O edifício está ser construído numa área de seis mil e 617 metros quadrados terá três pisos com capacidade para 45 técnicos, um teleporto, parque de estacionamento com 50 lugares e áreas verdes.

O local foi escolhido pela Comissão Interministerial para a Coordenação Geral do Programa Espacial Nacional (PEN), tendo como base o baixo nível de interferência eletromagnética, espaço para desenvolvimento do PEN e desenvolvimento da zona norte da província de Luanda.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here