EUA querem informações de seis russos acusados de ciberataques

0
504
O Departamento de Estado dos Estados Unidos oferece uma recompensa de 10 milhões de dólares por informações de seis agentes dos serviços de inteligência russos pela participação num ataque informático contra infraestruturas norte-americanas em 2017, foi comunicado terça-feira.

Os agentes das Forças Armadas russas são identificados como Yuriy Sergeyevich Andrienko, Sergey Vladimirovich Detistov, Pavel Valeryevich Frolov, Anatoliy Sergeyevich Kovalev, Artem Valeryevich Ochichenko e Petr Nikolayevich Pliskin.

Numa nota oficial, Washington acusa-os de terem participado “numa conspiração que implantou programas informáticos maliciosos (…) para o benefício estratégico da Rússia através de acesso não autorizado” aos computadores das empresas afetadas.

O ataque informático, ocorrido em junho de 2017 com o programa conhecido como NotPelya, danificou computadores em hospitais e centros médicos do sistema de saúde Heritage Valley, no oeste da Pensilvânia, bem como um grande fabricante farmacêutico norte-americano.

As perdas provocadas pelo ataque foram de 1.000 milhões de dólares.

Todos os acusados trabalham para a Diretoria Principal de Inteligência do Conselho Geral das Forças Armadas da Federação Russa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui