Falcon 9, o primeiro foguete reutilizável está pronto para mais uma viagem

1240

Falcon 9

Viagens ao espaço envolvem milhões de dólares (ou outra moeda com maior valorização internacional que o Kwanza), dedicação, conhecimento cientifico e persistência. Essa tem sido a fórmula usada por Elon Musk , o bilionário proprietário da Space X, que tem trabalhado para simplificar às viagens ao espaço.

Se não está muito ligado ao tópico “viagens ao espaço”, faremos um resumo super básico sobre esse processo :

  • Precisamos enviar a carga  (sejam satélites ou astronautas) para fora da atmosfera terrestre.
  • Para isso é necessário um engenho com propulsão suficiente para vencer a gravidade (neste caso é utilizado um foguete. Veja a imagem acima).
  • Depois de ultrapassar a atmosfera terrestre, a carga pode ser depositada na órbita terrestre.
  • Depois dessa carga ser enviada com sucesso, o foguete volta para a terra e ficará inutilizado para sempre (milhões e milhões de dólares inutilizados, no fundo do oceano na maior parte das vezes).

No dia 21 de Dezembro de 2015, pela primeira vez, um foguete conseguiu lançar uma carga no espaço e aterrar intacto em solo terrestre. A proeza foi conseguida pela equipe da Space X.  Como se isso não bastasse, o “chefe” da companhia veio informar que este mesmo foguete está agora pronto para ser reutilizado.

Foi  na véspera do Ano Novo, que o fundador da SpaceX, Elon Musk anunciou no Twitter que o foguete Falcon 9 que transportava uma carga de satélites para a órbita no mês passado e, em seguida, pousou em segurança estava livre de danos e “pronto a disparar novamente.”

Esse é um passo que tornará mais baratas as viagens espaciais. Não tardará para que as viagens para a Lua sejam tratadas como se estivéssemos a sair de Angola para  a China. Aguardem (mais algumas décadas).

Veja aqui o lançamento e pouso do Falcon 9.

Parabéns à equipe da Space X.