Governo Angolano vai apostar na transição energética

393

O Executivo Angolano vai apostar na transição energética e conservação ambiental em todo o território nacional, segundo o ministro dos Recursos Minerais, Petróleo e Gás, Diamantino de Azevedo.

O gestor público que falava durante o discurso de encerramento da Conferência Internacional das Energias Renováveis em Angola, frisou que a transição energética e as questões de conservação do ambiente constituem preocupação do governo angolano.

Sendo assim, a estratégia nacional neste domínio visa mobilizar recursos sobre estas preocupações, tendo em linha de conta a contínua exploração de petróleo e gás para a sustentabilidade da economia do país e financiar os esforços da transição energética.

Diamantino de Azevedo informou ainda que Angola detém imensos recursos hídricos, terras e excelentes condições climatéricas, mas “precisamos ser assertivos na transformação desses recursos de maneira adequada em alimentos, com base nos Objetivos do Desenvolvimentos Sustentável(ODS)“.

MAIS: Governo desafia “mais empresas” a investir no sector das energias renováveis

Ainda na sua abordagem, o Ministro reiterou que o país vai continuar a apoiar os empresários, investidores e demais iniciativas sobre as energias renováveis, em parcerias com as demais instituições públicas.

Privilegiamos a produção e consumo de energias limpas, provenientes das barragens hidroelétricas, assim como das fontes renováveis de energia, com destaque para projetos de fotovoltaicas, com parques solares”, sublinhou.

De informar que a conferência internacional das Energias Renováveis em Angola analisou questões como “Projetos de Energia Renovável fora da Rede e Autoconsumo”, “Projetos de energias renováveis ligadas à Rede”, “Financiamentos de Energias Renováveis”, “Hidrogénio verde para transição energética”, dentre outros temas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui