Governo desafia “mais empresas” a investir no sector das energias renováveis

966

O Governo Angolano quer que mais empresas nacionais e estrangeiras invistam em Angola no sector das energias renováveis, de modo a concretizar as metas e objetivos traçados pelo Executivo.

Essa informação foi revelada pelo ministro dos Recursos Minerais, Petróleo e Gás, ao discursar no encerramento da Conferência Internacional de Energia Renovável em Angola, adiantando que o tema da “energia renovável” está a ganhar cada vez mais relevância em todos os países do mundo, para quem a razão “não é somente a criação de novos negócios ou aumento do acesso das populações à eletricidade“.

“É também porque vivemos uma nova era de transição energética com o objetivo de limitar o aquecimento global e evitar o aumento da temperatura a níveis superiores 1,5ºC em 2050”, disse o Ministro.

MAIS: Angola está a entrar no mapa das energias renováveis, afirma especialista

De informar que nos últimos tempos, o Estado Angolano tem feito vários projetos de investimento público em energia solar fotovoltaica para eletrificação de diferentes localidades nacionais, que darão um contributo muito relevante para se atingir a meta de 70% até 2025 tendo em conta os atuais 42%.

Para especialistas como a Diretora-Executiva da Associação Lusófona de Energias Renováveis (ALER), Isabel Cancela de Abreu, o país está a entrar no mapa das energias renováveis e onde o próximo passo será um maior envolvimento do sector privado neste mercado

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui