Governo defende a aposta na inovação tecnológica da União Interparlamentar

1059

O Governo Angolano defende a aposta na inovação tecnológica como solução aos desafios da União Interparlamentar e da Administração Parlamentar, de modo a dar resposta a vários quesitos da instituição.

Segundo o secretário-geral da Assembleia Nacional, Pedro Agostinho de Neri, falando durante a reunião magna da associação, o Executivo tem prevista a aprovação de uma nova Lei Orgânica, que corresponderá melhor aos desafios que se colocam a nível da Administração Parlamentar.

Sendo assim e com o processo de desmaterialização e introdução da digitalização, esclareceu Pedro Agostinho de Neri, a Assembleia Nacional encara com seriedade os desafios do futuro.

Concluímos que, se conseguirmos desmaterializar na ordem dos 90 por cento, estaremos a reduzir consideravelmente os custos e a aumentar a eficiência e a eficácia da nossa prestação”.

O processo de inovação tecnológica que o Parlamento angolano está a implementar, segundo o deputado, visa dar resposta a um dos quesitos da União Interparlamentar.

“Em dias, teremos a rádio e televisão parlamentar instalada. É um avanço enorme que vamos observar, porque temos as condições todas criadas do ponto de vista técnico e tecnológico”, assegurou.

Pedro Agostinho de Neri acrescentou, a finalizar, que a Administração Parlamentar de Angola reputa de “grande importância” a Associação dos Secretários-Gerais da UIP, em virtude de representar “uma plataforma de troca de experiências e de boas práticas”, bem como de melhoria das ações de gestão dos Parlamentos de todo o mundo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui