ITA muda de nome em 08 de Julho próximo, e mira outros territórios em África

0
1236

A empresa de telecomunicações ITA vai passar por um processo de rebranding, onde a partir de 08 de Julho vai chamar-se Paratus Angola, ideia que passa por uniformizar a marca em todos os países, segundo o seu Director-Geral, Francisco Leite.

Em entrevista ao jornal Mercado, o gestor diz que esse processo “já decorre há mais de um ano, com pequenas acções, a começar na própria divulgação interna para fazermos perceber aos nossos colaboradores“, informando inteiramente que não se  “trata de uma nova empresa mas, simplesmente, de uma nova marca como tal“.

A troca oficial e efectiva do nome será no próximo dia 08 de Julho, onde Francisco Leite frisa que a empresa está actualmente “num momento crucial desse processo que culminará (…)com a cerimónia oficial de passagem da marca ITA para a marca Paratus“.

Embora a troca do nome seja algo já real, o Director-Geral da ITA avisa que vamos “continuar a esclarecer o mercado porque consolidamos a marca e acho que nesse aspecto conseguimos fazer muitas maravilhas durante esses 18 anos de ITA, com maior incisão nos últimos cinco anos. Trouxemos a ITA como uma marca de prestígio no mercado, pelo menos é essa a percepção que temos pelo feedback que recebemos do mercado. Portanto, essa passagem tem de ser feita com muito cuidado para não perdermos os ganhos e todo o valor que a marca ITA neste momento tem“.

MAIS: Francisco Pinto Leite: Em 2021 a ITA não despediu ninguém devido a maus resultados nos negócios

Em entrevista ao jornal, Francisco Leite vai mais longe e espera que esse rebrading se “transforme apenas numa passagem e que a marca Paratus esteja ao mesmo nível da marca ITA que ainda vigora“.

A conversa serviu ainda para Francisco Leite acrescentar que esse rebrandig da marca é muito haver com a estratégia e a visão do grupo, que consiste em “construir em África uma infra-estrutura de telecomunicações e tecnologia de informação que catalise a inclusão social dos países africanos e tem sido esse o principal driver de todos os investimentos que a ITA vem fazendo ao longo dos anos“, indicou.

Essa mudança da marca vai também  consolidar a  posição dentro do grupo empresarial, e trazer outro posicionamento a nível do mercado, exclarece o Francisco Leite: abre-nos maiores horizontes, não só internamente, mas principalmente no que concerne à estratégia de internacionalização e de consolidação dentro de uma rede africana Paratus.

E por outro lado, traz-nos também outras valências, tal como maior poder negocial. Utilizando o prestígio que o grupo hoje tem e a capacidade financeira, permite-nos uma melhor posição negocial com os nossos parceiros, bem como uma melhor exposição em termos dos clientes globais, como por exemplo, as redes de supermercados, redes bancárias e de distribuição de correios a todas as redes que operam nos vários países de África. Em termos de grupo, dá-nos mais poder, mais possibilidades de trazermos esses negócios a Angola“, reforça o Director.

De informar que essa mudança do nome vai ser para todos os países em que a ITA está presente, isto é, em seis países africanos (África do Sul, Botswana, Moçambique, Namíbia, Zâmbia e Angola), perspectivando ainda a entrada em outros países africanos muito em breve.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui