[Jogos] Xbox, voltamos atrás de novo?

1889

ads-xbox_one_3
Uma coisa é certa, é óptimo quando as empresas ouvem os gamers e tentam fazer o melhor jogo ou consola para agradar o seu público. Outra completamente diferente é anunciar decisões e depois voltar sempre atrás nas mesmas. Uma, duas, três vezes… epá calma, há algo que não vai bem.

Leia também:
[Jogos] Veja aqui o unboxing da Xbox One
[Jogos] Microsoft volta atrás em relação á Xbox One

Recentemente a Microsoft anunciou que para jogar a Xbox One o Kinect teria que estar obrigatoriamente ligado sempre, ou seja, queres jogar? Liga o Kinect ou não joga. Agora a empresa vem afirmar à público que o Kinect agora não precisa de estar conectado nem ligado sequer. De certa forma entendemos que o caso Snowden deve ter pesado um bocado nesta decisão, pois os americanos estavam de certeza a sentir-se já espiados com o Kinect antes sequer de ter a consola em sua sala.

Marc Whitten, Manager da Xbox LIVE disse que agora que a “consola ainda vai funcionar mesmo se o Kinect não estiver conectado”, aprofundado disse ainda que agora é possível “desligar completamente o sensor nas configurações. Desse modo, o sensor não recolhe nenhuma informação. Qualquer funcionalidade baseada nos comandos de voz, vídeo ou gesto não irão funcionar”.

A questão é: Porque a Microsoft não fez estas perguntas, ainda que secretamente para não entregar o “ouro ao bandido sony” , antes do lançamento. Estes recuos de decisão de certa forma mostram uma Microsoft insegura tentando a todo o custo ter um produto de sucesso para fazer com que os investidores apaguem, ainda que momentaneamente das suas memórias, os fracassos do W8, Surface, etc.

A Microsoft deveria aprender algo com a sua grande rival Apple, que apesar de todo o mundo pensar que eles deveriam mudar isto e aquilo, eles permanecem com os pés firmes no chão em seus conceitos e bases e antes de anunciarem algo já pensaram nas inúmeras repercussões que a sua decisão terá. Era bom que a divisão da Xbox da Microsoft fizesse a mesma analise e vários brainstormings antes de tomar e anunciar decisões para não andarmos nestes autênticos circos.

Via: [IGN]

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui