Mais de 60% dos angolanos abandonaram os telefones fixos

0
996

 

O número de clientes angolanos que ainda utilizam o telefone fixo, tendo como base as quatro operadoras licenciadas pelo Instituto Angolano das Comunicações (INACOM), tem vindo a descer, onde nos últimos seis anos teve uma queda de 60,8%, revela o jornal Valor Económico.

Segundo aquele periódico angolano, dos 304 mil clientes activos no ano de 2016, o que correspondia naquele tempo a 1,11% da população angolana, somente 119 mil continuam a utilizar os telefones fixos até ao final de 2021, o que representa actualmente 0,38% da população.

De acordo com os dados divulgados, no terceiro trimestre de 2021 mais de 185 mil clientes abandonaram esse serviço nas operadoras, o que significou 0,72% da população.

O abandono da sociedade civil angolana nos telefones fixos começou no ano de 2017, quando teve uma queda de 47%, o que representou 161 mil clientes a abandonarem os telefones fixos, correspondendo cerca de 0,57% da população. Nos anos seguintes a queda continou, onde em 2018 teve um abandono de 0,02%, o que representou 171 mil clientes.

MAIS: Trabalhadores da Angola Telecom entram em greve

Nos últimos anos é revelado que o gráfico de abandono tem voltado a subir, com mais de 119 mil clientes a deixarem de utilizar os telefones fixos, o que representa 0,38% da população.

Informar ainda, que no quesito de números de linhas fixas instaladas, estas tiveram uma queda de 11,85%, ou seja 815.230 durante o periodo em análise.

Os dados acima foram divulgados pelo INACOM, que mostraram ainda que dos 119 mil clientes que continuam a utilizar o serviço dos telefones fixos, 42 mil são da Angola Teleco, 41 mil da TV Cabo, 33 mil da MS Telecom e cerca de mil são da Startel.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui