Moçambique: INATRO suspende carta de condução biométrica

0
1363

O Instituto Nacional dos Transportes Terrestres (INATRO) suspendeu a produção da carta de condução biométrica em todo país, onde essa decisão é devido a rescisão do contrato de fornecimento deste serviço com a empresa contratada, revela o Jornal Noticias.

De acordo com fontes do INATRO, contactadas pelo jornal moçambicano, a rescisão entre as duas partes foi devido a irregularidades administrativas notadas no âmbito da contratação, e embora não ter sido revelado o nome da empresa envolvida, foi revelado que o expediente sobre estes contratos foram remetidos às autoridades competentes para o devido tratamento processual e criminal.

MAIS: Inclusão financeira em Moçambique entra em fase decisiva

Ainda sobre esse contrato, as notícias dão co nta que entrou em vigor durante a restruturação do Instituto Nacional dos Transportes Terrestres (INATTER) para INATRO, e durou até ao dia 30 de Novembro último, com uma clásula de renovação automática, por mais seis meses, a partir de 1 de Dezembro. Mas tendo descoberto algumas anomalias, o INATRO decidiu rescindir o contrato e iniciar um processo de esclarecimento.

Por isso, enquanto estiver suspensa a produção da carta de condução biométrica, os automobilistas moçambicanos vão ser obrigados a utilizar a carta temporária, visto que a tramitação do documento, quer para novos condutores e os que têm caducado não foi interrompida.

Segundo o INATRO, exclarece aos moçambicanos que todo o processo relativo à emissão da carta de condução continua em funcionamento, com a excepção da sua produção física.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui