Ucrânia diz que danos do ciberataque são limitados e estão controlados

0
1188

A Ucrânia informou ontem(13) que não foram constatados danos importantes sofridos no ataque cibernético que sofreu a vários ‘sites’ governamentais, garantindo que as páginas ‘online’ estarão em breve operacionais.

Mensagens provocadoras foram publicadas nos ‘sites (governamentais ucranianos), mas o conteúdo das páginas não foi modificado nem se verificaram alterações de dados pessoais, de acordo com as informações disponíveis“, informou os Serviços de Segurança Ucranianos (SBU), em comunicado oficial.

Uma parte significativa dos meios (‘sites’) governamentais que foram afetados já foi restabelecida e a parte restante vai ficar acessível em breve“, acrescenta a nota oficial do Governo daquele país.

Segundo ainda as autoridas da Ucrânia, depois do ataque sofrido foi suspedindo todos os serviços disponíveis em outros portais do Governo para se “evitar a propagação de ataques (informáticos)” e para que seja “localizado o problema“.

MAIS: Dona da SIC, SIC Noticias e Expresso alvo de ataque. Sites continuam inacessíveis

Por outro lado, ochefe da diplomacia da União Europeia, Josep Borrell, já condenou o ciberataque e, apesar de não culpabilizar diretamente a Rússia, deixou no ar as suas suspeitas.

Durante uma reunião de ministros dos Negócios Estrangeiros, na cidade de Brest (França), Borrell comentou que “é difícil dizer” quem foi responsável.

Não posso culpar ninguém, já que não tenho provas, mas podemos imaginar”, disse o parlamentar.

O diplomata disse ainda que a União Europeia – que já avisou que condenará qualquer iniciativa russa no país do Leste europeu – irá “mobilizar-se com todos os nossos recursos para ajudar a Ucrânia a combater este ciberataque”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui