[Moçambique] População de Chipera, distrito da Marávia, clamam por rede de telefonia móvel

1576

A população do posto administrativo de Chipera, no distrito da Marávia, a 371 quilómetros da capital provincial, clama pelo sinal da telefonia móvel.

Weres Avelino considerou que em quase todo o posto de Chipera não há rede e quando pretendem fazer chamadas, receber ou enviar mensagens têm de se deslocar a outras regiões.

Aqui para conseguir falar é necessário ir à montanha de onde é possível ter o sinal de duas telefonias móveis. Não é fácil, mas vivemos assim já há bastante tempo”, afirmou.

Esperança Cipriano revelou que acabou encontrando um outro lugar perto da montanha, a partir de onde tem acesso à rede sem precisar de escalar a montanha. Disse que, apesar de ser um posto administrativo sem rede, há comerciantes de crédito, o que lhes facilita, em certa medida, pois Chipera está distante de quase tudo.

MAIS: [Moçambique] Mocubela ganha melhoria nos serviços de telefonia móvel

Samsone Benjamin explicou que uma das frases familiares de Chipera é “vou à rede fazer uma chamada e volto já”.

Apontou que, normalmente, tem ido para o centro de saúde, de onde nem todo o tipo de telemóveis consegue captar a rede como é o caso dos smartphones, por exemplo.

Estone Melo indicou, por seu turno, que esta situação é constrangedora e quem de direito deve investir para que a população local também tenha os benefícios da comunicação telefónica celular, incluindo fazer transações financeiras.

Referiu que esta é uma vida difícil, sobretudo para quem saí da cidade ou de uma sede distrital para ir trabalhar naquele posto ainda que temporariamente.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui