Moçambique regista aumento de negócios nas plataformas digitais

0
1076

Moçambique está numa fase de crescimento, no que diz respeito ao aumento de empresas, investidores, empreendedores ou empresários que estão a investir nas plataformas digitais, segundo vários especialistas das tecnologias de informação e comunicação que estiveram na última edição da MozTech, realizado em Maio último, na Arena 3D, em Katembe, Cidade de Maputo.

De acordo com o representante da equipa de Planeamento da Bland Lovers, Pedro Garcia, que falava num espaço para uma reflexão inerente ao tema “Plataformas digitais – uma alavanca para o crescimento dos negócios“, o país que conheceu há dois anos é completamente diferente do actual, embora reconheça haver muitos desafios.

Para o gestor, mais do que pensar nos problemas, a MozTech deve servir de pretexto para a sociedade moçambicana, no seu todo, reflectir sobre as oportunidades que o país possui no sector das tecnologias de informação e comunicação. O potencial tecnológico do país, afirma Garcia, são visíveis porque se trata de uma sociedade dinâmica e com vontades próprias. O facto de Moçambique ser um país jovem, com mente aberta para novos conhecimentos, em todos os sectores, é uma grande vantagem que tem contribuído para que haja mais investidores na internet.

Não é preciso investir de forma estratosférica, para lançar pequenas coisas que podem trazer soluções constantes“, informou.

MAIS: Moçambique. Empresários de Matola discutem transição digital para melhorar os negócios

Ainda na sua abordagem, o representante da Bland Lovers, acrescentou que os sete milhões de moçambicanos presentes nas plataformas digitais, embora que não correspondem a um número de todo excelente, é um indicador de oportunidade. Pedro Garcia ressaltou ainda que, neste momento, o cidadão é, sem dúvida, o ouro para quem se interessa em explorar negócios através da internet.

Agora, o que temos de fazer é apostar mais na segurança, na dinâmica e procurar apoio para as questões legais que nos permitem profissionalizar o nosso trabalho. Assim, as coisas irão crescer porque estas questões são contagiantes“, reiterou.

Paulo do Carmo, Director Comercial da Sandit, que esteve também no debate, reconheceu que não existem governos fortes sem mercados fortes, lembrando que as plataformas digiatis permitem chegar ao público mais vasto, atingindo mercados externos e elevar a marca, o que, apenas a nível local, seria impossível.

Do Carmo observou também que Moçambique tem registrado um crescimento do nível de utilizadores de plataformas digitais.

Isso é sinal de que as empresas estão a investir e a olhar para o digital como um presente“, disse.

Por fim, para que esse progresso não fique comprometido, o Director defende que a organização de dados ou informação sobre os clientes, por parte das empresas e dos investidores, é essencial, o que deve acontecer com clareza e sem complicações.

Até podemos começar informalmente, pensando que, em pouco tempo, iremos profissionalizar-nos. É por aí que temos todos de começar para poder comunicar“, finalizou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui