Missão do satélite Copernicus Sentinel-1B chegou ao fim

0
1126

No dia 23 de dezembro de 2021, o Copernicus Sentinel-1B apresentou uma anomalia relacionada à fonte de alimentação da electrónica do instrumento fornecido pela plataforma de satélite, deixando-o incapaz de fornecer dados de radar. Desde então, operadores e engenheiros têm trabalhado incansavelmente para corrigir o problema. Infelizmente, apesar de todos os esforços conjuntos, a ESA e a Comissão Europeia anunciaram que é o fim da missão do Sentinel-1B.

A Directora dos Programas de Observação da Terra da ESA, Simonetta Cheli, afirmou: “Infelizmente, temos de anunciar o fim da missão do satélite Copernicus Sentinel-1B. A conclusão tirada pelo Anomaly Review Board é que é impossível recuperar o barramento regulado de 28V da unidade de alimentação da antena de radar de abertura sintética da banda C do satélite, que é necessária para fornecer energia à electrónica do radar.

“O Sentinel-1A permanece muito saudável em órbita, continuando a fornecer imagens de radar de alta qualidade para uma infinidade de aplicações. Nosso foco é acelerar o lançamento do Sentinel-1C. Agora, graças ao voo inaugural bem-sucedido do foguete Vega-C em 13 de julho, nós, com a Arianespace, estamos visando o lançamento no segundo trimestre de 2023.”

Sala de Controlo de controla principal

Enquanto isso, os dados da Copernicus Contributing Mission, inclusive de empresas europeias do Novo Espaço, continuarão a ser usados ​​para dar suporte aos produtos mais críticos dos Serviços Copernicus afetados. Os preparativos para a saída de órbita do satélite Sentinel-1B são um exemplo do nosso compromisso conjunto, para a União Europeia e a ESA, para um espaço limpo e responsável, usando as capacidades de Vigilância e Rastreamento Espacial da UE.”

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui