MTN vai lançar o primeiro serviço de dados patrocinados no Gana

450

mtn

A MTN é uma empresa de telecomunicações e serviços digitais, fundada em 1994, com sede em Joanesburgo, África do Sul e está presente em vários países africanos. Anunciou que vai lançar o primeiro serviço de dados patrocinados no Gana.

Os serviços de dados patrocinados, permitem com que os clientes utilizam os serviços de dados em detrimento de uma terceira empresa. Esses serviços fazem com que, as empresas paguem pelo uso de dados que os seus clientes utilizam. Significa que os clientes poderão acessar sites, pesquisar, fazer o uso das suas aplicações, etc. da empresa patrocinadora sem que os seus dados sejam deduzidos de suas contas.

Para a execução deste  serviço de dados patrocinado, a MTN conta com a parceria de duas empresas de telecomunicações- Datami e a VioTech.  Asher Yaqub Khan, chefe de marketing da MTN Gana, disse a empresa possui uma visão para liderar a entrega de um novo mundo digital e para isso irá continuar a impulsionar agenda digital no mercado ganense.

Harjot Saluja, CEO da Datami, adiantou que a sua empresa está entusiasmado por trabalhar com a MTN e Viotech sobre este serviço transformadora, que dentro em breve os usuários de serviços móveis no Gana serão capazes de usar aplicativos e serviços favoritos sem se preocupar com o custo do serviço.

Para Daniel Abunu, director da Viotech, considera importante a parceira com um dos operadores mais inovadores na África e já que este serviço é o primeiro na África ocidental, vai fazer com que os dados patrocinados aumente ainda mais o inclusão digital no Gana, através de campanhas de marketing exclusivos e promoções que vão permitir com que os usuários acessem conteúdos e aplicativos gratuitos sem no entanto houver cobranças de dados móveis.

Os dados patrocinado, são importantes oportunidades de marketing móvel para as empresas. E a MTN actualmente lidera o mercado de dados em África, com uma quota de 49,25%, e mais de nove milhões de assinantes de dados desde Abril de 2016.

Será que as operadoras de telefonia móvel em Angola vão aderir a este novo tipo de serviço?