Programa conexões já beneficiou mais de 60 startups

701

Mais de 60 startups já benefciaram de mentoria por parte do Programa Conexões, iniciativa que vai permitir que vários projectos tecnológicos possam receber feedback de especialistas e mentores experientes.

A informação foi revelada pela directora do Programa Conexões, Tchissola Santana, falando na 3.ª edição do Angola Startup Summit by Unitel, referindo que a falta de mentoria constitui um dos vários entraves que emperram o desenvolvimento sustentável de soluções inovadoras emergentes, à semelhança da ausência de uma legislação específica e a facilitação do financiamento.

É esse tipo de ajuda que, em muitos casos, as startups não encontram porque muitos eventos de promoção acontecem no formato de concurso, que não permite fazer um acompanhamento permanente das iniciativas”, disse em entrevista à Economia & Mercado.

Neste sentido, salientou que as startups existem para impulsionar a economia através da inovação e respostas para os diversos problemas sociais, económicos e ambientais.

Por exemplo, uma das startups que vai participar num dos nossos eventos desenvolveu uma solução de inteligência artificial que ajuda a resolver problemas auditivos”, contou.

É com base nessa constatação que o referido programa vai promover, no decurso deste ano, seis eventos que visam fortalecer e promover o empreendedorismo digital através do acompanhamento de projectos e mediação junto dos investidores e outros intervenientes da cadeia.

Até o final deste ano, teremos seis eventos, sendo um sobre tecnologia e inovação, agendado para o dia 31 de Maio”, anunciou, realçando que estão, também, reservados sessões sobre fitness, saúde e bem-estar, agricultura e agro-indústria, energia, ambiente, transporte e logística.

MAIS: [Angola Startup Summit] Governo vai continuar a adotar decisões que elevam o papel da tecnologia

Até ao momento, explicou, o programa conta com 65 startups inscritas: “Para o evento do dia 31 de Maio, tivemos 15 inscrições, das quais nove passaram na primeira fase e seis estão na final”, especificou.

O programa Conexões vem para estabelecer a ponte entre as startups inovadoras e investidores. Sendo que no essencial o programa impulsiona o crescimento de negócios promissores, gerando novas oportunidades de trabalho, por via da promoção do bem-estar da população angolana, como indica a nota a que a MenosFios teve acesso.

Conforme a nota, o conexões vai permitir que as startups possam receber feedback de especialistas e mentores experientes, estabelecer contactos valiosos com outros empreendedores e líderes da indústria, bem como, aprender sobre as últimas tendências e inovações em seus sectores de actuação.

Assim, o programa conexões, idealizado pela AS Consulting, “é uma iniciativa inovadora que visa impulsionar o crescimento de startups angolanas e conectá-las a investidores e financiadores”, lê-se na nota.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui