Quénia recorre à Google para reforçar a cibersegurança

O anúncio foi feito durante a visita formal do Presidente queniano William Ruto a Washington, D.C.

541

A Google anunciou planos para colaborar com o Ministério da Informação, das Comunicações e da Economia Digital do Quénia para impulsionar os esforços de cibersegurança.

O anúncio foi feito durante a visita formal do Presidente queniano William Ruto a Washington, D.C., a primeira de um chefe de Estado africano em funções em quase duas décadas.

O Departamento de Serviços de Imigração e Cidadania está a explorar a solução CyberShield da Google Cloud e a experiência da Mandiant para melhorar a segurança da sua plataforma eCitizen.

MAIS: Cisco lança centro tecnológica em cibersegurança no Quénia

Segundo a Google, o CyberShield permite que os governos melhorem as capacidades de combate às ciberameaças, salvaguardem as infra-estruturas que envolvem a Web e ajudem as equipas a desenvolver competências e processos que apoiem operações de segurança eficientes.

“A colaboração apresentada esta semana é o mais recente passo para cumprir o nosso compromisso mais amplo de apoiar a transformação digital de África, o crescimento económico contínuo e a inovação”. Brian Quigley, VP, Infraestrutura de Rede Global, Google Cloud disse.

E acrescentou: “A Google está mais empenhada do que nunca em estabelecer parcerias com comunidades, empresas e governos em África para ajudar a promover ainda mais inovação em todo o continente, e estamos entusiasmados com este próximo capítulo para o Quénia e para a região.”

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui