Whatsapp, Facebook, Instagram e o Single Point of Failure

0
718
Este artigo foi enviado por Eric Martins. Quer partilhar conhecimento com os demais seguidores do MenosFios? Siga os passos.

No dia 4 de outubro o mundo sentiu o impacto da ausência das plataformas associadas a empresa Facebook, Inc(Facebook, Instagram,whatsapp,Messeger) usadas em todo mundo que nos dias de hoje tornaram-se imprescindíveis tanto para comunicação com familiares, noticias e negócios(e-commerce),etc. Ainda não se veio a publico sobre a razão do Outage e as reais perdas financeiras da empresa.

De lembrar que não foi o primeiro incidente pois em 2019 a plataforma ficou fora de serviço quase 24 horas onde a possível causa foi mudança nas configurações dos seus servidores internos na qual desencadeou problemas em cascatas.

Surgem varias teorias sobre as razoes quando as plataformas encontram-se fora de serviço tais como: problemas com o DNS (Domain name System), ataques cibernéticos que implicitamente levam as pessoas  a começar a usar aplicações de empresas concorrentes  ou mesmo á protestos(tal como aconteceu no mesmo dia  , onde durante um meeting  Antigone Davis (Facebook) debatia na CNBC  sobre denuncias sobre a empresa aquando da manipulação de dados e do lado prejudicial da plataforma Instagram aos jovens).

O que vale ressaltar e que em nenhum dos episódios há um pronunciamento publico convincente,  podendo  ser uma medida cautelar de forma a garantir estabilidade e confiança dos usuários. O que podemos tirar de proveito deste episódio é evitar o Single Point of failure(Ponto único de falha) ou seja apesar da abrangência das plataformas em questão devemos sempre pautar por meios redundantes tanto para comunicação interpessoal ou mesmo para negócios, pois estivemos perante um implícito monopólio criado por nos mesmo e que como vimos muitos ficaram inoperantes e sem produção.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here