África terá uma penetração de internet de 21,8% até ao final do ano

435

África terá uma penetração de internet de 21,8% até ao final do ano. Isto de acordo com um relatório da Internet Society intitulado “Promover a Economia Africana da Internet“, que analisa a forma como o maior uso da internet e a digitalização da economia tradicional ampliam o crescimento econômico no continente.

De acordo com o economista da Internet Society e autor do relatório, Michael Kende, há um espaço significativo para que o sector de internet cresça em África. A contribuição da internet para o PIB em África é baixa em relação a outras economias desenvolvidas e emergentes.

A Internet Society avança ainda que, é improvável que o continente experimente resultados imediatos em termos de contribuição econômica. “Desenvolver o sector de internet em África, embora crítico para o desenvolvimento, terá um impacto benéfico, mas, em última instância, limitado no tamanho da economia”.

A organização sem fins lucrativos dos Estados Unidos da América diz que, hoje em dia, já existem sinais de crescimento da economia da internet em algumas nações africanas, mas a disparidade permanece. Além de ajudar os países a fazer progressos significativos no sentido de alcançar os objetivos de desenvolvimento sustentável das Nações Unidas, há vários outros benefícios para o desenvolvimento de uma economia na Internet.

O relatório defende ainda que, Milhões de africanos actualmente não são capazes de começar um negócio ou encontrar um emprego simplesmente porque eles não estão conectados entre si e nem com o mercado local.