Angola Cables aposta em solução com roteadores virtuais

0
1971

De acordo Ângelo Gama, CEO da Angola Cables, a adopção de soluções de virtualização pode reduzir os custos operacionais até 40%. “A virtualização está a moldar o ecossistema digital à medida que mais empresas procuram maior flexibilidade e poupança para se adaptarem a um ambiente de trabalho pós COVID”.

Os roteadores virtuais da Angola Cables serão ampliados no futuro, e os clientes poderão aceder a destinos nos EUA via Miami (MI3), Nova Iorque (NYC1) e Brasil (AngoNAP Fortaleza), e este será o destino preferencial para as empresas digitais em África, Europa ou Ásia.

Permitirá ainda que os clientes organizem as suas redes e serviços em locais estratégicos (nodes IP), com gastos mínimos de CAPEX e economizem nos custos associados aos serviços de data center, como implementação, hardware e energia.

Devido às restrições de mobilidade resultantes da pandemia, o Roteador Virtual oferece uma solução completa para conectividade, presença em hubs, IP centrais e a oportunidade para empresas expandirem os seus serviços de rede, reduzindo complexidades logísticas e economizando custos.

O modelo garante uma diversidade de funcionalidades técnicas similares a um router físico, tais como, opções de porta 1GE a 100GE, acesso multi-utilizador, separação de roteamento, suporte IPv4 e IPv6 e partial & full routing table.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here