Angola Cables quer levar serviços do Angosat-2 a países africanos

1623

A Angola Cables quer aproveitar as potencialidades do Angosat-2 para vender os seus serviços a outros países africanos, segundo o seu Diretor-Comercial, Rui Faria.

O gestor que falava em exclusivo ao jornal OPaís, disse que a empresa tem interesse em adquirir os serviços do satélite angolano, visto que o objetivo é completar a oferta para o mercado africano com links para as zonas mais remotas onde a cobertura ainda é reduzida.

Vamos estudar o modelo de negócio, preços, onde aplicar toda a estrutura disponível, principalmente a nível do segmento espacial e a capacidade“, informou.

MAIS: Angola Cables com nova plataforma para criação e hospedagem de websites

Quanto se esse sector é rentável, Rui Faria diz que pelo facto de África ter pouca estrutura em diversos países, tendo em conta alguns fatores. Esclareceu que o satélite é uma estrutura fácil de ser instalado em zonas remotas, através de antenas de pequena dimensão a partir de tele pontos que estão numa cidade ou país e tem essa vantagem.

Sendo assim, hoje veem-se muitas antenas de satélite para a televisão por causa da facilidade em montar e há essa apetência do mercado em todos os sistemas de satélite pela instalação e os custos que estão associados.

Quando um operador quer infraestrutura uma cidade para chegar ao cliente final tem de escavar, colocar cabos e o custo é elevado. Se for com uma antena o custo é reduzido e rápido de implementar“, salientou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui