Angola entre os países em África com grandes projectos energéticos

1107
created by dji camera

Angola está atualmente entre os países africanos que acolhem grandes projetos hidroelétricos e solares no continente, sendo que poderão, em mais alguns anos, contribuir para o desenvolvimento económico e industrial da região.

Essa informação foi revelada por um grupo de pesquisadores da Alemanha que criou um banco de dados georreferenciado de energia renovável, The Renewable Power Plant Database for Africa (RePP), fornecendo assim uma visão abrangente dos projetos de energia renovável atualmente em andamento no continente.

O estudo separou em quatro categorias os países africanos no sector das industriais renováveis, que variam de “pequeno” (1-10 Megawatts) a “médio” (10-100MW) a “grande” (100-1.000MW) a “muito grande” (1.000MW+), ressaltando os existentes, sob construção e projetos planeados nos sectores hidroelétrico, solar e eólico do continente.

MAIS: Huawei procura parceiros angolanos para impulsionar sector das energias renováveis

Dos 255 projetos existentes, 43 por cento são de pequeno porte; 35 médios, 21 grandes e 4 muito grandes, enquanto dos 47 empreendimentos em construção, 26 são de pequeno porte, 34 médios, 30 grandes e 11 muito grandes.

Dentro destas duas categorias, os países que acolhem os grandes projetos além de Angola, estão os Camarões, República Democrática do Congo (RDC), Egipto, Etiópia, Gana, Guiné, Marrocos, Moçambique, Nigéria, África do Sul, Sudão, Tanzânia, Uganda e Zâmbia. Dos 672 projetos planeados, 30 por cento são pequenos, 42 médios, 25 grandes e três por cento são muito grandes. Os países que estão a planear projetos muito grandes, inclui Angola, Camarões, República do Congo, RDC, Egipto, Etiópia, Guiné, Costa do Marfim, Quénia, Madagáscar, Malawi, Moçambique, Nigéria, África do Sul, Sudão do Sul, Sudão, Tanzânia, Uganda, Zâmbia e Zimbabwe.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui